Anuncie Aqui    |    Denuncie    |    Contato    
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
Bem Vindo ao Nortão Notícias, 23 de Janeiro de 2017
Pesquisar no site
POLÍTICA
     
9 de Janeiro, 2017 - 09:10
Deputado defende devolução, mas cobra agilidade do Governo

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa (AL-MT), deputado Ondanir Bortolini, o Nininho (PR), defendeu que a próxima Mesa Diretora da Casa volte a devolver parte de seu duodécimo ao Poder Executivo, em prol de benefícios aos municípios de Mato Grosso.

Em março de 2015, o Legislativo “retornou” R$ 20 milhões ao Governo, que foram utilizados para compra de ambulâncias para cidades de Mato Grosso.

Nininho pontuou, no entanto, que, caso ocorra nova devolução, o Executivo deve ser mais ágil. Isto porque, em que pese à devolução ter ocorrido em março de 2015, a entrega dos veículos só foi concluída em dezembro de 2016.

“Acho que tudo que a gente puder economizar naquela Casa e transformar em benefício para os municípios, nós estaremos fazendo nossa parte e uma ação correta. É lá no município, lá na ponta, que o cidadão mora. É lá que precisa da ambulância, do social, de saúde, de educação”, defendeu o deputado.

“Espero que o Governo tenha se organizado e que as próximas parcerias – caso ocorram - sejam cumpridas com mais agilidade. Não justifica demorar dois anos para fazer um processo licitatório”, disse.

O atraso na entrega dos veículos, segundo o primeiro-secretário, trouxe muitos desgastes aos parlamentares, especialmente para ele, que foi quem sugeriu a realização do acordo com o Executivo.

“Acho que o Governo deveria ter sido mais ágil nesse processo licitatório. Criou desgastes, aborrecimentos para muitos parlamentares. Eu, como fui o mentor desse projeto de devolução, fui muito cobrado pelos prefeitos, vereadores, pelas lideranças dos municípios”, disse.

“Nós sempre éramos cobrados porque se criou uma expectativa. Em muitos casos, o prefeito usou as economias para outra coisa, pois acreditou que a ambulância viria. Fizemos um acordo em março de 2015 e o compromisso só foi honrado em dezembro de 2016”, completou.

Nininho disse que ainda não tratou sobre este assunto com o deputado Eduardo Botelho (PSB), que vai assumir a presidência da AL a partir de fevereiro.

“Ainda não conversamos e também não há acordo firmado, por enquanto. A Assembleia tem interesse, mas ninguém pode ser oferecido. Tem que haver interesse das duas partes”, afirmou.

“Enquanto minha gestão, que vai até final de janeiro, nós sempre procuramos ser parceiros do Governo, e, com certeza, lá tem 24 deputados que têm compromisso com o Estado de Mato Grosso”, concluiu.


Fonte: Midia News
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
POLÍTICA
23/01/2017
22/01/2017
21/01/2017
20/01/2017
19/01/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
ENQUETES
VARIEDADES
OPINIÕES
NOTÍCIAS
Copyright © 2010 - Nortão Notícias
Quem Somos  |  Denuncie  |  Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player