Anuncie Aqui    |    Denuncie    |    Contato    
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
Bem Vindo ao Nortão Notícias, 24 de Agosto de 2017
Pesquisar no site
POLÍTICA
     
8 de Janeiro, 2017 - 20:29
Wilson vê ambiente favorável para conclusão do VLT, apesar de ações judiciais

O secretário estadual de Cidades, Wilson Santos (PSDB), acredita que há um ambiente favorável para a retomada das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) neste semestre, apesar das ações judiciais envolvendo a implantação do modal.

Ao todo,  são três ações tramitando. Elas foram movidas tanto pelo Ministério Público Estadual (MPE) quanto pelo Federal (MPF). Wilson diz que haverá uma negociação com as instituições para destravar a obra.

O tucano afirma que o impasse com consórcio de empresas responsável pela obra chegou a fim e houve um entendimento a cerca do valor que será pago pela conclusão do metrô de superfície. O montante só será divulgado oficialmente após o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e o MPE analisarem o acordo.

Nos bastidores, comenta-se que serão mais R$ 900 milhões investidos no VLT. A expectativa do governo é conseguir colocar a mão na massa a partir de abril. O impasse estava no valor para a conclusão. De acordo com estudo elaborado pela KPMG Consultoria, contratado pelo governo, a conclusão do VLT deve custar mais R$ 713 milhões aos cofres públicos em valores atualizados. O valor é muito abaixo do R$ 1,2 bilhão solicitado pelo Consórcio VLT.

Ao mesmo tempo, o Ministério das Cidades sinalizou positivamente para a concessão de crédito ao governo do Estado de Mato Grosso, que poderá se endividar junto à Caixa Econômica Federal com um novo empréstimo.

O secretário ainda destaca a formação de uma nova equipe para dar continuidade ao modal. Os trabalhos serão capitaneados por José Picolli Neto, que foi diretor da implantação do VLT no estado do Rio de Janeiro.

O orçamento inicial para construção do VLT entre Cuiabá e Várzea Grande é de R$ 1,477 bilhão. Até agora, o Governo já desembolsou R$ 1,066 bilhão.

Composto por duas linhas (Aeroporto - CPA e Coxipó – Porto), com total de 22 quilômetros, o primeiro trecho a ser terminado será do Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, até bairro do Porto, em Cuiabá, chegando depois ao bairro do CPA.


Fonte: G1
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
POLÍTICA
23/08/2017
22/08/2017
21/08/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
ENQUETES
VARIEDADES
OPINIÕES
NOTÍCIAS
Copyright © 2010 - Nortão Notícias
Quem Somos  |  Denuncie  |  Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player