Anuncie Aqui    |    Denuncie    |    Contato    
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
Bem Vindo ao Nortão Notícias, 26 de Maio de 2017
Pesquisar no site
POLÍCIA
     
12 de Janeiro, 2017 - 07:47
TJ acha R$ 509 mil em contas de Maggi e conselheiro; Silval e 4 estão "zerados"

A Justiça de Mato Grosso conseguiu bloquear nesta quarta-feira R$ 479.513,28 mil das contas dos oito réus acusados de participarem do esquema de “negociação” de uma cadeira no Tribunal de Contas do Estado por R$ 8 milhões. Em decisão proferida na última segunda-feira (9), o juiz Luiz Aparecido Bortolussi Junior determinou o bloqueio de R$ 4 milhões dos acusados.

Ao todo, foram localizados R$ 513.921,30 mil nas contas dos 8 réus. Porém, nem todo valor foi confiscado para garantir o ressarcimento do erário público em caso de condenação.

Os valores bloqueados estavam nas contas do ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), e do conselheiro afastado do Tribunal de Contas, Sérgio Ricardo de Almeida. Nas contas de Maggi, foram encontrados R$ 403.098,90 mil, mas liberados R$ 15.157,58 mil. Os R$ 387.941,32 mil restantes, foram transferidos para a Conta Única do Tribunal de Justiça.

Já nas contas de Sérgio Ricardo, a Justiça localizou R$ 106.729,54 mil. Também foram liberados R$ 15.157,58 mil, e transferidos para a Conta Única o montante de R$ 91.571,96 mil.

O Poder Judiciário não localizou nenhum valor nas contas do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), do ex-secretário Eder Moraes Dias e do filho do conselheiro aposentado, Leandro Valoes Soares. Silval e Eder já tem as contas bloqueadas por conta de outros processos que respondem.

Já dos demais réus, foram encontrados valores “insignificantes”, o que fez com que o Judiciário liberasse o bloqueio. Na conta do ex-conselheiro Alencar Soares, foram encontrados apenas R$ 72,20.

Já com Humberto Bosaipo havia apenas R$ 2,61. Nas contas do empresário Gércio Marcelino Mendonça Filho, o Judiciário encontrou R$ 3.935,01 mil, que também foram liberados. Com o ex-deputado José Geraldo Riva, foram bloqueados e liberados em seguida a quantia de R$ 83,04.

A decisão determinou que, caso não fossem localizados nas contas dos réus o montante de R$ 4 milhões, fosse determinado o bloqueio de carros e imóveis. Porém, foram encontrados veículos apenas em nome do ministro da Agricultura e "Junior Mendonça". “Quanto aos réus Alencar Soares Filho, Humberto Melo Bosaipo, Sérgio Ricardo de Almeida, José Geraldo Riva, Silval da Cunha Barbosa, Eder de Moraes Dias e Leandro Valoes Soares veículo algum foi encontrado”, diz a decisão.

Já em relação e imóveis, o Judiciário aguarda o envio de informações dos cartórios. “Em relação à diligência realizada para eventuais averbações da indisponibilidade de bens à margem da matrícula de imóveis de propriedade dos réus, alguns cartórios já responderam, conforme extratos em anexo. Aguardem-se novas comunicações”, diz a decisão.


Fonte: folha max
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
POLÍCIA
26/05/2017
25/05/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
ENQUETES
VARIEDADES
OPINIÕES
NOTÍCIAS
Copyright © 2010 - Nortão Notícias
Quem Somos  |  Denuncie  |  Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player