Anuncie Aqui    |    Denuncie    |    Contato    
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
Bem Vindo ao Nortão Notícias, 24 de Janeiro de 2017
Pesquisar no site
OPINIÕES
     
14/11/2016
Governantes e gestores públicos dormem!
Enquanto governantes e gestores públicos dormem os problemas ambientais se acumulam, veja o caso das barragens de mineração brasileiras e seus potenciai destrutivos,porém, previsíveis e evitáveis.

Nem por isso governantes e gestores deixam de continuarem livres leves e soltos sem se preocupar com o domínio da legislação e da fiscalização ambiental sobre essa eminente hcatombe que paira em solo brasileiro. Até quando?

Pesquisas e levantamentos oficiais mostram que 90% da barragens de mineração no Brasil tem potenciais de destruição ambientais iguais ou piores ao ocorrido no município de Mariana minas gerais.

Segundo apuração feita pelo Departamento Nacional de Produção Miral em 16 estados da federação esse periogo ronda a vida dioturnamente. É pouco? Ou quer mais?

Levantamento realizado pelo Ministério PúblicoFederal em 397 barragens de mineração país afora revelam que mais de 90% dessas estruturas tem potenciais similares ao que aconteceu no município de Maria minas gerais. O mapeamento feito aponta perigo eminentes em barragens de 16 estados brasileiros.

Em leitura especifica na classificação das estruturas em categorias que vão de “A” a “E” maior e menor risico, conforme o pontencial associado. A barragem de São Marco em Mariana que rompeu ha um ano estava classificada como “C”, mas de risco baixo.

Segundo o procurador da República Darlan Airton Dias, o levantamento das barragens estão em análise, mais já é possivel verificar que algumas barragens não tem sequer plnao de segurança.

Em outras situações, os plaos são falhos. Há ainda casos em que o Departamento Nacional de Produção Mineral, não verificou os planos de segurança e emergência, e por ai vai...

De acordo com o traalho desenvolvido pelo Ministério Público Federal, que contou com o apoio de 50 procuradores em 44 unidades, a análise das primeiras informações rcebidas apontam falhas na fiscalização dos empreendimentos.

De acordo com o trabalho executado pelo ministério público federal, as anaálises das primeiras informções rcebidas do departamento nacional de produção mineral, apontam falhas na fiscalização dos empreendimentos, aliada a falta de estrutura e infraestrutura de fiscalização, legislação defasada, irregularidades ambientais, corrupção.

E pior, estruralmente nada foi feito para que essa situação mudasse, ou seja, é possivel, sim, que haja novas tragédias, pontua o ministro do meio ambiente, josé sarney filho. Estamos esperando o que senhores?

Como se sabem, o período da chuvarada e das grandes enchentes estão chegando! 2015/2016, foi a vez do Elnñio! 2016/2017, será a vez de La niñia! E agora senhores governantes e gestores, vamos continuar olhando prá lua?

Romildo gonçalves é Biólogo Prof.pesq. E Ciências Naturais da Ufmt/Seduc, Doutorando em Agricultura Tropical
Por: Romildo Gonçalves
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
OPINIÕES
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
ENQUETES
VARIEDADES
OPINIÕES
NOTÍCIAS
Copyright © 2010 - Nortão Notícias
Quem Somos  |  Denuncie  |  Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player