Anuncie Aqui    |    Denuncie    |    Contato    
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
Bem Vindo ao Nortão Notícias, 16 de Outubro de 2017
Pesquisar no site
OPINIÕES
     
12/11/2015
Dengue! persistência ou incompetência?
Porque a epidemia de dengue persistem no estado de mato grosso no país? Falta de higiene de uma sociedade humana paleolítica? Falta de gestão e manejo dos elementos provocadores lixos e entulhos, falta de gestão eficaz e eficiente de gestores e governantes públicos, em não cumprir a legislação? Falta de conscientização das populações humanas?

A vergonhosa epidemia de dengue continua secularmente avançando no país sem dó e nem piedade dizimando vida humanas, basicamente por duas razões: falta de iniciativa do poder público em meio a sociedade humana desorganizada, conivente com a falta de higiene, educação e coletividade.
Nesse front mira-se uma sociedade mal educada e mal informada, demonstrando que ainda não aprendeu a conviver com seus pares, ou seja, literalmente faltam-lhes civilidade, grande parcela da sociedade humana brasileira vive esse realismo.

Ademais nesse e por esse viés embora vivendo no século 21, denota-se um olhar da idade média no meio social atual, onde epidemias de grande monta dizimavam famílias e comunidades inteiras.
Nos dias atuais e guardando as devidas proporções epidemias previsíveis e evitáveis tais como, hanseníase, tuberculose, malária, dengue, caxumba... Que poderiam serem evitadas voltaram a recrudescer com força total no país na última década. Um retrocesso, não?

Uma vergonha, um descalabro, um acinte à inteligência humana, vez que existem hoje no mundo tecnologias disponíveis e meio para operacionaliza-los de maneira segura e sustentáveis, para combater males primários como os casos em tela.

Quando chove, culpa-se a chuva pela proliferação do mosquito, quando vem à estiagem culpa-a pela proliferação da praga. Até quando os gestores públicos vão continuar culpando terceiros por suas incompetências?
Como se sabe dengue não é doença, na pratica nua e crua, dengue é falta de higiene de uma sociedade humana mal educada, de gestores despreparados e especialmente de uma sociedade humana com visão obtusa...

A proliferação do mosquito Aedes aegypti, no meio ambiente tem como principal causa à falta de responsabilização dos poderes constituídos, falta de civilidade e de educação.

A recrudescência da Dengue aliada a proliferação do mosquito Aedes aegypti em comum acordo com a exacerbada falta de iniciativa dos poderes constituídos e da própria sociedade humana, acabam criando essa hecatombe em tela.

Estamos em pleno verão com tempo quentes, chuvosos e intempéries extremamente difusas propiciam as condições ideais para a proliferação e alastramento aleatórios deste paleolítico inseto transmissor do inoportuno vírus.

Afinal, o que é Dengue? Dengue é uma enfermidade causada pelo “vírus arbovrius”, de origem de asiática, causador da epidemia.  Desde a década de 50, esse vírus vem se espalhando pelas regiões tropicais, intensificando-se nas últimas décadas na África Oriental, Ilhas Caribenhas, América Central e América do Sul.

Atualmente, a dengue afetam cerca de 100 milhões de casos-ano, com populações humana em risco de 2,5 a 3 bilhões de pessoas no mundo inteiro. O ovo desse inseto pode permanecer por até quatrocentos e cinquenta dias em estado de latência na natureza, antes de eclodir e dar origem a um novo ser.
Por: Romildo Gonçalves
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
OPINIÕES
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
ENQUETES
VARIEDADES
OPINIÕES
NOTÍCIAS
Copyright © 2010 - Nortão Notícias
Quem Somos  |  Denuncie  |  Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player