Anuncie Aqui    |    Denuncie    |    Contato    
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
Bem Vindo ao Nortão Notícias, 21 de Fevereiro de 2017
Pesquisar no site
OPINIÕES
     
29/01/2015
A importância do cinturão verde para Cuiabá!
É sabido que a relação do homem a natureza interagem desde que este começou a habitá-la e dela utilizá-la para sua sobrevivência. No mundo moderno a busca pelo natural se confunde com nossa própria origem. Então porque não rever conceitos sobre o uso racional dos recursos naturais deles colherem bons frutos?

Pesquisas científicas comprovam que a biodiversidade brasileira é uma das maiores e mais diversificada do planeta. Estudos mostram que se utilizados racionalmente estes recursos proporcionarão importante qualidade de vida às presentes e futuras gerações. Então! Porque não continuar pesquisando e utilizando estes recursos racionalmente?

No momento em que se manejam de maneira inteligentemente racional com ferramentais apropriados aliados a conhecimentos adquiridos ou até mesmo empíricos, a produção de alimentos terá um ganho a mais.  

Por sua vez se revigoram e trazem os benefícios que se estende a toda comunidade. Essa é lógica da lógica! Não esqueça que, a melhoria da qualidade de vida dos seres vivos passa por este viés!

Gestar políticas públicas eficazes, criar mecanismos sustentáveis que levem informações e a qualificação ao pequeno e médio produtor rural do estado, em especial no entorno de pequenas, médias e grandes cidades, visando à produção de hortifrúti, deve ser uma das metas do novo governo a partir de 2015.    
Muito se falou, e pouco se praticou na linha de fomento para criação de cinturões verdes no estado, visando abastecer e incrementar a mesa do cidadão mato-grossense com alimentos frescos, sadios e saudáveis advindas de hortas e lavouras bem cuidadas...

Cerca de 70% das hortaliças, frutos, hortaliças e legumes consumidos pela população humana mato-grossense são oriundos dos grandes centros de produção do país, como por exemplo, Anapolis-Goias, São Paulo, Paraná... xxx

Para um estado rico em solos férteis, recursos hídricos abundantes, clima perfeito... Profissionais altamente capacitados, conhecedores de modernas técnicas e sabedoria necessária para fazer a terra produzir. Permitir que o estado continuem importando produtos primários de outras regiões do país é no mínimo um contra senso, para não dizer paradoxal!

Academias, instituições, centros de pesquisas como, por exemplo, Empaer, Embrapa... Dispersas no e pelo estado, permitem com louvor todas as possibilidade possíveis no avanço da produção e na qualidade de vida do povo mato-grossense. Então? Mãos a obra, porque não?

A hidroelétrica de Manso, por exemplo, projetada com a função multiuso se inteligentemente utilizada proporcionará viabilidade extraordinária de produção de alimentos sadios, saudáveis e fundamentalmente de fácil a acesso a população Cuiabana e mato-grossense. Tornando um centro abastecedor regional, porque não? Oportunizando emprego e renda ao homem do campo, permitindo-lhe melhor qualidade de vida. Então! chegou a hora!
Por: Romildo Gonçalves
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
OPINIÕES
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
ENQUETES
VARIEDADES
OPINIÕES
NOTÍCIAS
Copyright © 2010 - Nortão Notícias
Quem Somos  |  Denuncie  |  Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player